Thomas Traumann discute em livro o papel dos ministros da Fazenda

Capa do livro

*Por Cristina Vaz, editora do J&Cia no Rio de Janeiro

Depois do lançamento em São Paulo, na terça-feira (18/9), Thomas Traumann lança, no Rio, nesta quinta-feira (27/9), O pior emprego do mundo, pela editora Planeta. O autor define o cargo de ministro da Fazenda do Brasil: “Poucas pessoas sofrem tanta pressão e em nenhum país alguém tem tantas atribuições, fruto da crônica dependência governamental da economia brasileira. Se a inflação subiu, como fica a geração de postos de trabalho, quanto dinheiro cada brasileiro poderia retirar da sua caderneta de poupança, se o País vai parar de pagar sua dívida com os bancos estrangeiros, e até qual deveria ser o preço da passagem de ônibus – tudo é culpa do ministro. O seu chefe, o presidente, só se preocupa com um índice: o da popularidade”.

Traumann é hoje pesquisador de políticas públicas da FGV-Rio e consultor independente. Foi ministro de Comunicação Social, presidente do Conselho de Administração da EBC, membro do conselho de empresas seguradoras. Trabalhou nas redações de Folha de S.Paulo, Veja e Época, e em agências de comunicação corporativa.

Nas entrevistas com 15 ex-ministros e mais uma extensa pesquisa, ele reconta a história recente da economia brasileira. É um retrato sobre o jogo do poder de Brasília, como ele é exercido, quem o exerce e como ele muda a vida de cada um. Às 19h, na livraria Saraiva do Shopping Rio Sul (rua Lauro Muller, 116, loja 301).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *