O adeus a Walter Fontoura, de JB e O Globo

Faleceu em 4/7 em São Paulo, aos 80 anos, Walter Fontoura. Com passagens marcantes pelas redações do Jornal do Brasil – onde atuou de 1966 a 1984 e foi colunista, editorialista, editor-chefe e diretor – e de O Globo, cuja sucursal em São Paulo dirigiu de 1985 a 1997. Walter foi um dos mais conceituados jornalistas de sua geração. No JB, em seu último cargo, reuniu uma equipe de peso, de que fizeram parte Elio Gaspari, Marcos Sá Corrêa, Fritz Utzeri, Dorrit Harrazin e Paulo Henrique Amorim.

Integrou o Conselho Consultivo do Banco Mercantil de São Paulo, a convite de Gastão Vidigal, e escreveu o livro O Banco, São Paulo e o Brasil, foi diretor da Associação Comercial do Rio de Janeiro, vice-presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, membro do Conselho de Orientação Superior da Fiesp, da Editora Páginas Amarelas e do Masp.

Em 2000, juntou-se aos amigos e publicitários Luiz Sales, Alex Periscinoto e Sergio Guerreiro para fundar a SPGA Consultoria de Comunicação e prestar serviço de counseling a presidentes de empresas como Vale, Santos Brasil, Votorantim, BASF e Bradesco, entre outras.

Walter Fontoura deixou a esposa Arlete, duas filhas e cinco netos. O corpo foi sepultado no Cemitério do Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *