Mônica Grayley

Monica Grayley

Mônica Villela Grayley trabalha nas Nações Unidas desde 2006 como editora-chefe da redação em português da ONU News no Departamento de Comunicação Global.

De 2018-2019, ela foi a porta-voz da Presidente da Assembleia Geral, María Fernanda Espinosa, dirigindo as relações do Gabinete da Presidente com correspondentes estrangeiros na ONU e na mídia externa, lançando briefings interativos, um canal exclusivo de YouTube e as primeiras produções de vídeo para mídia social sobre o trabalho da Presidente na sede e em viagens oficiais.

Em 2019, Monica lançou seu primeiro livro baseado em sua pesquisa de doutorado: A língua portuguesa como ativo político – um mundo de oportunidades para os países lusófonos.

Monica também ocupou a direção do Centro de Informação da ONU no México, liderando um escritório regional que serve a Cuba e à República Dominicana. Ela atuou como porta-voz do secretário-geral no país, dirigiu o Grupo de Comunicação da organização com 22 agências das Nações Unidas no México e integrou a liderança da Equipe-País ou UNCT dirigindo as relações com Governo, a sociedade civil, a academia e o setor privado.

Brasileira, Monica Villela Grayley começou no final da década de 80 como locutora-apresentadora de rádio incluindo a extinta Globo FM e 98FM, do Sistema Globo de Rádio. Nos anos 90, enquanto terminava seu mestrado na Alemanha, foi apresentadora, redatora e editora free lance da Deutsche Welle.

Ao retornar ao Brasil, juntou-se à equipe de repórteres da Revista Manchete, onde teve a oportunidade de cobrir Brasil e internacional e entrevistar personalidades como o ex-chanceler federal da Alemanha, Helmut Schmidt.

No fim da década de 90, Monica foi aprovada num concurso para a BBC de Londres, onde trabalhou como apresentadora, subeditora, gerente de projetos, encarregada de comunicação interna e redatora de Américas do newsroom central, em inglês, do Serviço Mundial da BBC.

Em seu atual posto, ela liderou com sua equipe uma operação multimídia que lançou o primeiro noticiário de TV diário da ONU News e a primeira conta de mídia social da ONU, uma conta de Twitter em 2009.

De 2009 a 2010, ela assumiu a chefia da unidade de Marketing e Parcerias revitalizando a oferta de notícias em  13 línguas e introduzindo contas de redes sociais para todas as redações.

Com experiência sólida em marketing, Monica e suas equipes ajudaram a estabelecer parcerias com Huffington Post (USA), GloboNews, UOL Brasil, Globo Internacional nos Estados Unidos, Rádio CBN, TIM em Moçambique e TVI em Portugal.

Com a ONU, ela já viajou a vários países em missões na África, Europa e nas Américas.  Em 2006, Monica acompanhou a despedida do ex-secretário-geral Kofi Annan ao Haiti, onde a ONU mantinha uma missão de paz.

Ela já entrevistou com exclusividade todos os recentes chefes de Estado e Governo dos países lusófonos incluindo os ex-presidentes de Portugal, Jorge Sampio e Aníbal Cavaco Silva, o líder moçambicano Joaquim Chissano e os Prêmios Nobel da Paz, José Ramos Horta e Óscas Arias, os secretários-gerais Ban Ki-moon, António Guterres, o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e o ex-premiê britânico Tony Blair, além do evangelista Billy Graham e os chanceleres federais da Alemanha, Helmut Schmidt e Gerhard Schroeder.

Durante sua carreira, ela foi agraciada com vários prêmios e homenagens incluindo a Medalha de Prata do Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo, o diploma EFE-UNICEF e um certificado do New York Festivals por sua reportagem sobre educação sexual e direitos reprodutivos em parceria com a Organização Mundial da Saúde, OMS, e a BBC.

Monica é Ph.D em Ciências Políticas pela Universidade Aberta, de Portugal, especializada em comunicação multimídia, marketing e política.

Ela fala fluentemente alemão, espanhol, inglês e português além de ter conhecimentos avançados de francês.

Atualizado em novembro/2019 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *