Família Civita deixa o comando do Grupo Abril

O portal do Estadão publicou no início da noite desta quinta-feira (19/7) reportagem assinada por Luciana Dyniewicz, Renée Pereira e Fernando Scheller afirmando que, em grave crise financeira, o Grupo Abril anunciara à tarde que Marcos Haaland, sócio da consultoria especializada em reestruturação financeira Alvarez & Marsal, assumirá a Presidência da empresa. Segundo o jornal, em comunicado interno, a Abril afirmou que a mudança faz parte de uma “nova fase de seu processo de reestruturação operacional”.

Ainda de acordo com o Estadão, Giancarlo Civita, atual presidente, ficará como membro permanente do Conselho Editorial, ao lado de seu irmão Victor Civita Neto. “A família continua no controle da empresa com sua posição acionária inalterada”, afirma e-mail enviado aos funcionários do grupo. O comunicado diz ainda que Haaland “já atuou em projetos de renegociação de dívidas e melhoria de desempenho para empresas dos setores indústria, químico, entre outros”.

Afirma o jornal ter apurado que a consultoria assumiu a gestão da empresa nesta quinta-feira e que a partir desta sexta (20/7) a família Civita já não estará à frente dos negócios. A Alvarez & Marsal vai montar uma equipe para iniciar os trabalhos e desenhar o plano de reestruturação da editora. Procurada pelo Estadão, a consultoria Alvarez & Marsal teria confirmado que assumiu a gestão do grupo para “dar continuidade ao processo de reestruturação operacional da companhia”.

Em relatório de 30/4, a PriceWaterhouseCooper’s chamava a atenção para os consecutivos prejuízos apurados pelo grupo. Em 2017, foram R$ 331 milhões; e em 2016, R$ 137 milhões. O patrimônio está negativo em R$ 715 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *