Em livro, Thaís Oyama diz que Bolsonaro mandou Queiroz faltar a depoimento

Thaís Oyama (Jovem Pan) lança em 20/1 seu livro Tormenta – O governo Bolsonaro: Crises, intrigas e segredo (Cia. Das Letras), no qual afirma que o presidente Jair Bolsonaro foi o responsável pela ausência de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flavio Bolsonaro, a um depoimento ao Ministério Público do Rio de Janeiro, em 2018.

Acusado de ter feito transações financeiras atípicas, conforme relatório do Conselho de Controle Atividades Financeiras (Coaf), Queiroz foi convencido por advogados a comparecer ao tribunal, para acabar com a fama de “fujão” e proteger a imagem da família Bolsonaro, alegando que eles nada tinham a ver com o ocorrido, conforme apurou a jornalista. Porém, ele acabou sendo convencido por Bolsonaro a levar o caso ao Supremo Tribunal Federal, ausentando-se do depoimento.

Com informações do Poder 360.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *