Bravo está de volta

“Mudou o contexto, mudou a narrativa e, claro, a imaginação”. Com essa frase se apresenta a nova versão da tradicional revista de cultura Bravo, agora encabeçada pelos ex-executivos da Abril Helena Bognoli e Guilherme Werneck. “O veículo é a Bravo, a revista que fez sentido há duas décadas porque já acreditava no que a gente continua acreditando: que só a arte é capaz de nos apontar um caminho, para depois a gente se perder nele, é claro”, segue o editorial. Sob o domínio bravo.vc, a nova Bravo chega com propósito de trabalhar o conteúdo em profundidade e “transcendendo limites”, experimentando diferentes formatos e linguagens. A revista havia deixado de circular em agosto de 2013, em um dos processos de reformulação da Abril. A primeira temporada dos dossiês temáticos que a nova Bravo se propõe a produzir trata de Incertude. A cada quinze dias, durante três meses, um episódio sobre o tema será lançado. No fim desse trimestre, uma edição impressa. E daí ela parte para um novo tema. “Vamos seguir nessa estrada desprovidos de convicções. A aposta é que o novo não é mais o último lançado, mas antes o não conhecido. O convite é para adentrarmos nesse vórtice de mãos dadas”, encerra o texto. Na equipe, além de Helena e Guilherme, estão Henk Nieman (direção de Visual), Peèle Lemos e Yentl Delanhesi (direção de Criação), Adriano Dias (Tecnologia) e Almir de Freitas (editor executivo).