Ozias Alves Jr

Ozias Deodato Alves Jr nasceu em Santos (SP), em oito de abril de 1970. Mora em Biguaçu, Santa Catarina. É formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), desde 1993.

Entre os idiomas que domina estão Inglês, Francês e Espanhol, além de se comunicar também em Alemão, Italiano e Esperanto.

Começou a trajetória no jornalismo como repórter do antigo jornal O Estado, de Florianópolis (SC). Trabalhou lá entre setembro de 1992 e julho de 1994.

Em agosto de 1993, fundou um jornal comunitário chamado “Biguaçu em Foco”, que em agosto de 2003 passou a circular diariamente. Fundou dois jornais o “São José em Foco”, 2008, e o “Palhoça em Foco”, ambos jornais semanais (março de 2014).

Desde agosto de 1993, Ozias Alves Jr trabalha com jornalismo regional em municípios da Grande Florianópolis.

Fora sua atividade como jornalista que cobre os municípios de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos, São José e Palhoça, Ozias escreve livros para a coleção “Parlons” (Falemos), uma série especial de manuais de idiomas exóticos.

Entre os livros que lançou estão os Parlons Hunsrückisch, Dialecte allemand du Brésil, em julho de 2013;        Parlons Nheengatu, Une langue tupi du Brésil, em outubro de 2010; Parlons Talian, Dialecte vénitien du Brésil, em outubro de 2013; e em outubro de 2014, Parlons xokleng / Laklano, Langue indigène du sud du Brésil, um estudo sobre a história e o idioma dos índios do mesmo nome, que vivem no interior de Santa Catarina. Os livros de Ozias Jr Alves foram lançados nas versões e.book e impressos em PDF pela editora L´Harmattan, com sede em Paris, França.

Sobre a obra Parlons Xokleng/ Laklãnõ, Ozias Alves deu uma entrevista ao jornal JBFoco, reproduzida no site da Associação Brasil-Alemanha.

Ozias recebeu o Prêmio Adjori- Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina, na categoria Melhor reportagem do ano, em 2005.

Em 2016, lançou o livro Parlons Uchinaaguchi/ Okinawa-gô, pela editora L´Harmattan. Trata-se de um estudo sobre a língua okinawana, em processo de extinção no arquipélago de Okinawa, Japão, porém viva no Brasil, principalmente nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Em 2018, lançou o livro Língua Hunsrück: Introdução à História, Gramática e Cultura do Idioma alemão mais antigo do Brasil, obra viabilizada pelo Edital Elisabete Anderle de Incentivo à Cultura, da Fundação Catarinense de Cultura do Estado de Santa Catarina.

Em março de 2020, foi lançado outro livro de Ozias, Parlons Patuá di Macau/ Lingu Maquista, sobre o dialeto crioulo de base portuguesa em vias de extinção da cidade chinesa de Macau. Esta língua tem falantes em São Paulo.

Ozias Alves Jr é esperantista, adepto do movimento em prol do idioma internacional Esperanto.

Atualizado em Dezembro/2020 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Sites: www.jbfoco.com.br  e www.sjfoco.com.br

www.jbfoco.com.br

Confira no link http://www.editions-harmattan.fr/index.asp?navig=catalogue&obj=result&ntable=0&andor=OR&artiste=ozias%20alves&motExact=0&orderby=titre&ordermode=ASC

http://www.brasilalemanha.com.br/novo_site/noticia/jornalista-ozias-alves-jr-lanca-livro-na-franca-desta-vez-sobre-a-lingua-a-historia-e-a-cultura-dos-indios-xokleng/4966#sthash.orIzjmuf.dpuf

Workshop Mega Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *