APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6160

Home >> Perfil

João Gabriel de Lima

João Gabriel de Lima

Diretor de Redação revistas Época e Época Negócios, com passagens por Veja, como editor de Cultura, tendo por três anos atuado na sucursal do Rio de Janeiro; e em Época como redator-chefe; repórter na Folha de S.Paulo e editor na Bravo, da Abril. É romancista e autor de dois livros: ‘O burlador de Sevilha’ e ‘Carnaval’.

João Gabriel de Lima nasceu em São Paulo/SP, em dois de agosto de 1965. Começou a carreira como repórter de geral na Folha de São Paulo. É formado em Jornalismo e Piano. Fez pós-graduação em Jornalismo Cultural, na Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP, São Paulo.

Iniciou como estagiário na Folha de São Paulo, em 1985, onde permaneceu após a graduação até 1987 como repórter de Geral na área de Polícia.

Em 1988 passou a trabalhar na revista Placar, escrevendo sobre futebol. Em seguida foi para a revista Veja, na qual participou como crítico musical, de cinema e editoria de artes e espetáculos.

Na Veja, onde passou mais de uma década, sendo metade do tempo como editor de cultura, e a outra metade como repórter especial, participando de grandes coberturas: eleição de 2002, caso Celso Daniel, 11 de setembro, quebra econômica da Argentina, entre outros.

Trabalhou pela primeira vez em Época em 2006 como editor executivo, cargo que deixou para ser diretor de Redação da revista Bravo! voltando ao jornalismo cultural, depois de dez anos longe da área. Despediu-se da Abril em dezembro de 2011.

Seu retorno à revista Época, Editora Globo, deu-se no início de 2012, como redator-chefe. Assumiu a vaga que estava em aberta desde maio, com a ida de David Cohen para a Diretoria de Redação de Época Negócios.

Na Época foi também editor-executivo focado em editoria Geral, cuidando também esporadicamente de política e das seções de abertura da revista e do site. Logo depois passou a Diretor-adjunto.

A Editora Globo divulgou no final de 2014 que inicia 2015 com várias mudanças. As principais acontecem nas revistas Época e Época Negócios, cujo comando editorial passa por uma troca de guarda no começo do ano: João Gabriel de Lima assume a diretoria de Redação em 2015.

Sua primeira publicação foi um livro de arte - Instrumentos musicais brasileiros -publicado em 1991 e distribuído como brinde aos clientes da Rhodia. A primeira ficção surgiu em 2000, com o livro O burlador de Sevilla, publicado pela Companhia das Letras;  em Portugal (2003), pela Editora Temas e Debates e na Espanha, pela Editora El Tercer Nombre.

Em 2006 publicou o segundo romance Carnaval, publicado pela Editora Objetiva e logo traduzido para o espanhol. A propósito deste livro, Moacyr Scliar definiu o autor como representante da escola pós-moderna, "sem a afetação normalmente associada ao termo". A crítica brasileira, que em sua maioria aplaudiu o livro, viu também na obra uma homenagem à cidade do Rio de Janeiro.

É professor da pós-graduação em Jornalismo da Faap, onde discute temas relativos a reportagem literária e jornalismo cultural.

 

Atualizado em Janeiro/2015 – Portal dos Jornalistas

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticias-conteudo.aspx?id=168

Jornalistas&Cia – Edição 979

http://www.shahid.com.br/escritores/joaogabrielima.html,

http://www.tirodeletra.com.br/biografia/JoaoGabrieldeLima.htm,

 

Informações iniciais conferidas pelo Jornalista.

Fiat_Institucional
Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)