Um mergulho no universo do turismo

Casais Renato Weil/Glória Tupinambás e Marden Couto/Luana Bastos são hoje referências em Minas com seus blogs especializados

Que o turismo sempre foi um tema de primeira grandeza para o jornalismo é coisa que se sabe há décadas e estão aí para comprovar os cadernos especializados e inúmeros programas de rádio e TV sobre esse universo. Com a internet, isso se acentuou, pela facilidade de criar sites e blogs de prestação de serviço e orientação ao público. No caso do jornalismo, sempre foi muito atrativa a ideia de trabalhar viajando, conhecendo diferentes lugares em passeios, tanto que vários jornalistas têm deixado seus empregos em redação para viajar, criando uma nova opção de trabalho direto na estrada.

Jornalistas&Cia foi atrás de dois casais que hoje dedicam boa parte de seu tempo para a produção de conteúdos de turismo para os blogs que criaram. Um deles é formado por Renato Weil e Glória Tupinambás, criadores do site A casa nômade, que reporta viagens e aventuras na chamada “casa móvel”. O mais incrível é que eles se conheceram em 2005, quando trabalhavam como repórteres no Estado de Minas.

De início, fizeram algumas viagens pelo interior do Brasil e também pelo exterior, o que os motivou a ampliar a experiência, por meio de um ano sabático. Foi em 2012, quando fizeram um mochilão ao redor do mundo, chegando a alugar um motor home na Austrália. Nascia ali a ideia da casa sobre rodas.

Hoje, com 67 países visitados, além das publicações no próprio site e nos sites de patrocinadores e nas redes sociais, Renato e Glória também produzem uma coluna de turismo na CBN. “Temos uma liberdade grande com relação à escolha das pautas e horário de trabalho, mas sempre dedicamos boa parte do dia para a produção de conteúdo (seja no contato com agências de viagens, hotéis e restaurantes; na realização de passeios; na produção de textos e tratamento de fotos; no envio de material para jornais e blogs de patrocinadores etc.)”, observa Glória.

Renato e Glória

Três anos de mochila nas costas, vivendo em hotéis

Outro casal ouvido por este J&Cia é Marden Couto e Luana Bastos, que também decidiram largar o cotidiano do jornalismo tradicional para cair na estrada. Em 2016, venderam tudo o que tinham e viajaram por 40 cidades de Minas, produzindo conteúdo para o site Turismo de Minas e redes sociais. Nesse período, assinaram um acordo com o Estado de Minas e viveram em hotéis por três anos de mala de mão e mochila nas costas. Antes, Luana era assessora de comunicação na Secretaria de Turismo de Minas Gerais e Marden trabalhou na Belotur, tendo criado em 2005 o Jornal Turismo de Minas.

“Em 2013, começamos a trabalhar juntos e nos dedicamos integralmente ao Turismo de Minas”, conta Luana. “Em 2016”, prossegue, “acompanhando a tendência do mercado de comunicação, migramos do impresso para o online, investimos em marketing digital, criamos outras plataformas de mídia e apostamos numa nova forma de produzir conteúdo, agregando vídeos aos textos e fotos”.

Viajam e produzem tanto que para muitos parecem férias permanentes. É Luana quem conta: “É até engraçado, mas as pessoas pensam que vivemos de férias. Elas não têm a menor ideia do que seja dedicar horas de sua jornada para produzir um bom conteúdo, fazer o planejamento, organizar um atraente roteiro da viagem, gravar, registrar todos os momentos, fazer a pós-produção. Tudo para poder entregar um material de qualidade para o público”.

> Como não param e estão antenados nas tendências, preparam-se, agora, para lançar, ainda este mês, um podcast de viagem.

Luana e Marden

O jornalismo focado em turismo é antigo, mas a forma como a notícia é apurada e distribuída mudou muito nos últimos anos. Glória avalia que o futuro dessa atividade passa por muita criatividade e inovação: “O desafio é sempre experimentar novas culturas, estar abertos a experiências e sensações inusitadas e retratar esse cotidiano com sinceridade e espontaneidade”. Luana também vislumbra a necessidade de mudança e diz que estão trabalhando na criação de outras alternativas para produzir conteúdo e venda de serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *