TV Cultura cria estúdios para conteúdo acessível

A equipe do núcleo de acessibilidade

A TV Cultura inaugura agora em dezembro três estúdios para a produção de conteúdo em Libras, closed caption (legendas) e audiodescrição, a fim de aumentar e melhorar a acessibilidade de pessoas com deficiência ao que é produzido na emissora.

Segundo informações do Meio&Mensagem, os estúdios também serão acessíveis a deficientes e, mais para a frente, disponíveis para uso do mercado audiovisual em geral. A emissora já tem programação acessível, mas agora disporá um espaço totalmente votado à questão, segundo o diretor de Programação Del Rangel: “Assim como os estúdios de gravação, teremos em breve estúdios capazes de realizar todas as etapas necessárias para tornar a programação acessível, não sendo mais necessário qualquer recurso externo ou terceirizado”.

A emissora tem um núcleo de acessibilidade com 51 integrantes, que produzem o conteúdo acessível. Para Del Rangel, “um núcleo totalmente voltado à acessibilidade da programação é incluir toda a comunidade que fica à margem desse processo na programação de outras emissoras. Dessa forma, a decisão de criar esses estúdios passa por isso”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *