Tim Berners-Lee, um dos criadores da internet, teme que lei australiana afete neutralidade da rede

Crédito: Markus Spiske/Unsplash

A nova lei de mídia australiana, que obriga empresas de tecnologia como Google e Facebook a pagarem pelo conteúdo jornalístico publicado em suas plataformas, dividiu opiniões. O respeitado cientista Tim Berners-Lee, um dos criadores da World Wide Web, diz acreditar que a nova regulamentação pode afetar o princípio da neutralidade da rede, um dos fundamentos da internet.

Tim Berners Lee
Tim Berners Lee

Ele enviou uma carta ao Senado australiano declarando apoio à remuneração de empresas jornalísticas pelo conteúdo compartilhado nas plataformas de gigantes digitais. Porém, afirma que as restrições ao uso de links de hipertexto não são a maneira correta de atingir esse objetivo, por prejudicarem o princípio fundamental da capacidade de se conectar livremente na web. E que tal medida pode tornar a rede impraticável em todo o mundo.

Já o professor da Universidade Curtin Tama Leaver vê uma solução para o problema apontado por Tim Berners-Lee. Ele concorda com o risco à neutralidade, mas propõe que a nova lei cubra apenas os links para o conteúdo integral. Para ele, “isso garantiria que o uso de links por si só não pudesse ser monetizado, como sempre foi verdade na web. As plataformas ainda precisariam pagar quando apresentam aos usuários extratos ou visualizações de artigos, mas não quando eles apenas fornecem links para eles”.

Leia mais sobre a nova lei de mídia em MediaTalks by J&Cia.

Workshop Mega Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *