Sheila D’Amorim toca, com Fernando Guedes e Isabel Sobral, a SHIS Comunicação

Equipe da SHIS Comunicação. Fernando Guedes, Sheila D’Amorim e Isabel Sobral.

Sheila D’Amorim começou efetivamente a operar a sua SHIS Comunicação – agência focada em consultoria, conteúdo e treinamento em comunicação –, em parceria com Fernando Guedes e Isabel Sobral. Ela explica que o modelo de empresa foi desenvolvido em 2016, levando-se em conta um nicho de mercado que exige um novo olhar sobre a comunicação, de forma integrada nas empresas.

Sheila implementou entre 2016 a 2018 o projeto de comunicação integrada no Banco do Brasil. A SHIS, agora, faz o mesmo na Cielo.

Também economista, ela foi repórter nessa área nas sucursais Brasília de Folha de S.Paulo, Estadão, O Globo e Gazeta Mercantil. Atuou como assessora especial no Ministério da Fazenda, na gestão de Guido Mantega, além de ser especializada em coaching, programação neurolinguística e certificada para trabalhar com a metodologia Lego Serious Play. É ainda uma das fundadoras do núcleo DF do grupo Mulheres do Brasil, criado pela empresária Luiza Trajano, e faz palestras sobre a temática diversidade de gênero.

Isabel, ex-O Globo, Estadão e In Press, é especialista em Previdência, mercado de trabalho e defesa da concorrência. Já Fernando trabalhou em TV Globo, SBT, TV Bandeirantes, O Globo, além de ter sido secretário de Imprensa da Secom/PR e coordenado programas para TV em várias campanhas eleitorais

Em conversa com este J&Cia, Sheila deu detalhes do trabalho.

Jornalistas&Cia – Por quê o nome SHIS?

Sheila D’Amorim – Ele nasceu de uma brincadeira. Como nossa expertise é Brasília e foi aqui que nós três desempenhamos nossos trabalhos, na maior parte do tempo, queremos exaltar nosso conhecimento da cidade. Por isso, também, escolhemos as cores azul e verde, que sinalizam os endereços em placas na Capital Federal. SHIS corresponde ao nosso endereço no Setor de Habitações Individuais do (Lago) Sul. É claro que aceitamos trabalhos de fora, mas nossa expertise é Brasília.

J&Cia – E o que é de fato novo na empresa?

Sheila – Pensamos na comunicação de forma integrada. Por exemplo, numa empresa uma área pensa isso, outra pensa aquilo, e é preciso pensar no conteúdo que se quer trabalhar, nas dores do cliente, nas necessidades que eles têm para fora, como com a marca, e também para dentro, com os funcionários. Identificadas as necessidades, exploram-se os canais adequados para trabalhar. Não temos produtos de prateleira, mas eixos de comunicação a desenvolver. O método Lego, por exemplo, criado e aplicado mundialmente, aplica os blocos de Lego para estimular a comunicação, facilitar o pensamento, materializar ideias e encontrar soluções para cada ação específica da comunicação, integrando-as depois. Porque comunicação é a espinha dorsal de uma empresa, e é preciso pesquisar com profundidade as demandas apresentadas, feitas por exemplo, com escuta ativa, compartilhamento de opiniões etc.

J&Cia – E como funciona a prospecção de negócios?

Sheila – Temos uma lista de associados composta por uma rede de profissionais específicos que desempenham determinados trabalhos, na forma de jobs. E a SHIS tem três funcionários fixos: dois que operam em um núcleo de análise; e um de consultoria, que é a Regina Pires, que há duas semanas deixou o Ministério da Agricultura para trabalhar conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *