RSF lança ferramenta para monitorar ataques à liberdade de imprensa por causa de notícias sobre o coronavírus

A organização internacional Repórteres Sem Fronteiras (RSF) lançou a ferramenta Tracker-19 para monitorar e avaliar o impacto que a censura de governos à imprensa e a desinformação trazem à liberdade de imprensa e de expressão. O objetivo é analisar como o jornalismo perde credibilidade e confiabilidade em meio à pandemia do novo coronavírus com o compartilhamento desenfreado de fake news, e ao ter suas notícias censuradas e desacreditadas por governos e autoridades.

Segundo Christophe Deloire, secretário-geral da RSF, o contexto pandêmico atual reforça a importância do jornalismo: “A censura não pode ser considerada um assunto interno de um país. O controle da informação em um determinado país pode ter consequências em todo o planeta e estamos sofrendo os efeitos disso hoje. O mesmo vale para desinformação e rumores. Eles fazem as pessoas tomarem más decisões, limitam o livre arbítrio e minam a inteligência”.

Os dados coletados formam um mapa-múndi interativo que mostra a situação da liberdade de imprensa ao redor do globo. Além disso, a RSF está oferecendo apoio financeiro aos profissionais de imprensa que foram infectados pelo coronavírus e que sofrem represálias ou sentem-se ameaçados por causa de seu trabalho. Para solicitar apoio, é preciso enviar o pedido para os e-mails assistance@rsf.org e assistance2@rsf.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *