Placar renascerá pelas mãos da empresária Patrícia Coelho

Avançam de forma consistente as negociações entre a empresária Patrícia Coelho Asgaard, do ramo de navegação, e a Abril para a aquisição da marca Placar, conforme informou em janeiro em seu blog no UOL Juca Kfouri, que dirigiu a publicação por muitos anos, tendo também atuado em funções de edição. As conversas estão agora entre os advogados das partes, mas pelo que apurou este J&Cia, sem maiores percalços.

Patrícia é do Rio de Janeiro, mas o projeto deve ter uma grande concentração em São Paulo, razão pela qual ela tem dividido seu tempo entre as duas cidades. Participam das conversas nomes experientes do jornalismo, alguns inclusive com passagem pela revista. Mas como esta é ainda uma fase preliminar, com mudanças de curso de semana para semana, eles próprios não sabem exatamente que papéis terão no novo projeto. Por isso preferem nem avançar em comentários.

Sabe-se que Placar poderá ser algo grandioso e isso tem animado todos os que estão em volta dele. Mas é praticamente certo que não voltará como a revista impressa que deu origem à marca, em 1970, mas como uma plataforma de produção de conteúdo para internet, programas de TV e documentários, além de provável venda de tudo isso para o exterior, conforme apurou Cristina Vaz de Carvalho, correspondente deste J&Cia no Rio de Janeiro.

Ainda não se conhece a provável data de lançamento, mas como estamos em ano de Copa do Mundo faz todo sentido que aproveite a força do evento para chegar ao mercado com vigor e ambição.

Entre os nomes que circulam como já acertados com o projeto, embora possa haver mudanças, estão os de Eurípedes Alcântara, Cleo Guimarães, Aloy Jupiara, Luiz Augusto Nunes, Cláudia Silva, Ricardo Correa e Cynthia Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *