Oposição entra na Justiça para suspender eleições na ABI

Ao ver frustradas suas tentativas de se inscrever às próximas eleições na ABI, a Chapa Vladimir Herzog, de oposição, contratou advogado e entrou na Justiça nesta 4ª.feira (27/3) com pedido de liminar para a suspensão do pleito, marcado para 26 de abril.

Segundo Paulo Jerônimo, o Pajê, um de seus integrantes, a solicitação terá entre suas bases o não cumprimento, por parte da atual diretoria, presidida por Maurício Azêdo, de regras estatutárias para o pagamento de atrasados de associados, a criação de prazos fictícios para impedir a oposição de regularizar a situação de seus integrantes e outras irregularidades. “Fomos impedidos de pagar atrasados de integrantes da nossa chapa, mas Azêdo o fez para os da chapa da situação, e temos comprovação disso”, afirma Pajê.

Em nota postada no próprio site da ABI informa-se que a Comissão Eleitoral, presidida por Continentino Porto, proclamou a Chapa Prudente de Morais Neto como única inscrita. Pajê garante que o único objetivo da oposição “é salvar a ABI, que está à beira da bancarrota”.