Dois jornalistas e um oficial do Azerbaijão foram mortos na última sexta-feira (4/6) por uma explosão de mina terrestre na região de Kalbajar, a oeste de Nagorno-Karabakh. As três vítimas foram identificadas como Maharram Ibrahimov, repórter que trabalhava para a agência de notícias estatal AzerTag, Siraj Abishov, cinegrafista da televisão estatal AzTV, e o oficial local Arif Aliyev.

A explosão ocorreu quando um ônibus com jornalistas que estavam de plantão na região de Kalbajar passou pela mina. Outras quatro outras pessoas ficaram feridas no incidente, que aconteceu por das 11h, no horário local, segundo o Ministério do Interior do Azerbaijão.

A região da explosão, vale lembrar, foi motivo de intensa disputa no ano passado entre a Armênia e o Azerbaijão. Após uma guerra de seis semanas, um acordo foi selado entre os dois países, e Kalbajar foi uma das regiões que ficou sob responsabilidade azeri.

Em comunicado, Mushfiq Alasgarli, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Azerbaijão, pediu que o governo da Armênia providenciasse um mapa com a localização das minas instaladas na região. “Isso poderia ajudar seriamente a eliminar a ameaça à vida de uma ampla gama de indivíduos, incluindo jornalistas”, destacou.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments