Jornalista de 68 anos é presa em Alagoas

Maria Aparecida de Oliveira

Maria Aparecida de Oliveira, de 68 anos, foi presa nessa segunda-feira (23/4) por determinação da 3ª Vara Criminal de Maceió, em cumprimento de mandado de prisão preventiva. O Ministério Público Estadual alega que ela fez acusações sem provas em seu blog contra o procurador-geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça, quando ele era secretário de Segurança Pública no governo de Renan Filho no Estado. Segundo o site gazetaweb, as acusações do MPE são de calúnia, difamação e coação de testemunhas de um processo.

Ainda de acordo com o site, Izaias Barbosa, presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, classificou como exagerada e uma ação extrema a prisão de Maria Aparecida. Ele disse que a entidade ainda vai tomar ciência do conteúdo do processo e da decisão do juiz da 3ª Vara Criminal da Capital para, então, decidir que posição tomar. “Mas houve excesso. Como o processo é de calúnia, não caberia prisão, mas ainda vamos saber o que realmente motivou o decreto”, comentou Barbosa, reforçando que medidas dessa natureza podem abrir precedentes perigosos. “De antemão, reiteramos que o Sindicato dos Jornalistas de Alagoas é contra qualquer tipo de medida que cerceie a atividade profissional da categoria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *