Bolsonaro diz que jornalistas são “raça em extinção”

O presidente Jair Bolsonaro atacou novamente a imprensa. Na segunda-feira (6/1), durante coletiva na entrada do Palácio da Alvorada, afirmou que os jornalistas são “raça em extinção”.

“Quem não lê jornal não está informado. E quem lê está desinformado. Vocês são uma espécie em extinção. Eu acho que vou botar os jornalistas do Brasil vinculados ao Ibama. Vocês são uma raça em extinção”, disse o presidente.

Ele também afirmou que a confiança na imprensa está cada vez menor, e que a leitura de jornais “envenena” as pessoas: “Cada vez mais gente não confia em vocês. E eu quero que vocês sejam, realmente, uma força no Brasil. É importante a informação, e não a desinformação ou as fake news. Eu cancelei todos os jornais no Planalto, todos, todos, não recebo mais nem jornal, nem revista. Quem quiser, que vá comprar. Porque envenena a gente ler jornal, a gente fica envenenado”.

Em nota, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) considerou a fala de Bolsonaro como “estapafúrdia”, e reiterou que enquanto a informação “for uma necessidade vital nas sociedades modernas, e ela será sempre, o jornalismo vai continuar a existir. E, com certeza, sobreviverá por mais tempo do que políticos inimigos da democracia, que, estes sim, tendem a ser engolidos pela história”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *