O Grupo Bandeirantes anunciou na semana passada a demissão do repórter Agostinho Teixeira, após 27 anos de rádio Bandeirantes, completados em abril. Ele fez carreira no jornalismo investigativo da rádio brasileira.

Teixeira iniciou a trajetória no jornalismo ainda na faculdade, em 1986, como repórter da rádio USP, em programa produzido pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em parceria com Jovem Pan. Posteriormente, trabalhou na Jovem Pan por dez anos.

Em 1996, foi para a Rádio Bandeirantes, na qual se destacou. Coapresentava o Manhã Bandeirantes ao lado de José Luiz Datena.

A demissão de Teixeira faz parte de um processo de cortes e reestruturação que o Grupo Bandeirantes está promovendo. Diversos funcionários, entre eles alguns com muitos anos de casa, deixaram a empresa nos últimos dias, nas TVs aberta e fechada, nas emissoras de rádio e nos sites de notícias do grupo.

O programa Bora São Paulo, que tinha participação das praças do interior, saiu da grade. A equipe do Brasil Urgente também foi afetada. Entre os nomes demitidos estão Luciana Barcellos, chefe de redação e Jamil Chade, especializado em coberturas internacionais. Na BandNews, deixaram a empresa Alessandro Di Lorenzo e Maiara Bastianello.

Nos bastidores, a informação que circula é que a Band teve um enorme prejuízo financeiro com o programa do apresentador Fausto Silva, que teve desempenho abaixo do esperado, o que levou a empresa a fazer cortes em diversos setores.

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo repudiou as demissões em massa. A entidade deve se reunir nesta semana com a Band para discutir as saídas. O Sindicado mantém contato com os profissionais demitidos e colocou seu departamento jurídico à disposição.

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments