Tribos indígenas em discussão na Casa Pública

Por Cristina Vaz de Carvalho, editora de J&Cia no Rio de Janeiro.

A Casa Pública (rua Dona Mariana, 81) exibe nesta sexta-feira (20/10) o documentário Monocultura da fé, sobre a influência das igrejas evangélicas entre os índios Guarani Kaiowá. As realizadoras Joana Moncau e Gabriela Moncau percorreram aldeias do Mato Grosso do Sul seguindo denúncias da frequente oposição entre grupos evangélicos e rezadores tradicionais das tribos indígenas, o contraste entre os cultos evangélicos e os rituais xamânicos.

Joana trabalha como produtora independente, câmera e montadora de materiais audiovisuais. É formada em Jornalismo pela PUC-SP e em Ciências Sociais pela USP. Publicou artigos no Brasil e trabalhou como correspondente em São Paulo para a emissora venezuelana Telesur. Cobriu, entre outros temas, os Guarani-Kaiowá, no Mato Grosso do Sul, os Pataxó e Tupinambá, na Bahia, os Guarani Mbya. Já realizou documentários em parceria com produtoras internacionais. Gabriela também é jornalista pela PUC-SP. Por quatro anos, foi repórter da revista Caros Amigos. Também compôs a equipe de correspondentes em São Paulo do canal venezuelano de televisão Telesur. Edita o jornal Psi, do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo. Trabalha de forma independente com produção, filmagem e edição de materiais audiovisuais.

A exibição será seguida de um bate-papo com Joana Moncau e Sandra Benites, da etnia Guarani Nhandeva, professora e mestranda do Museu Nacional da UFRJ. O evento é aberto ao público, mas é preciso confirmar presença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *