Sleeping Giants promove campanha contra Gazeta do Povo após jornal manter Rodrigo Constantino na equipe

O movimento Sleeping Giants Brasil, que pressiona empresas a não anunciarem em veículos que propagam fake news e temas como homofobia, machismo e racismo, promoveu uma campanha contra a Gazeta do Povo para que empresas retirem seus anúncios do jornal. Segundo o Portal Imprensa, 13 empresas já prometeram a retirada de propaganda.

Em resposta, o jornal publicou matérias e disparou mais de 40 tuítes contra o Sleeping Giants. Para a Gazeta, o movimento é uma “milícia anônima” que tem o objetivo de “fazer com que o jornal de mais de 100 anos de atividade feche as portas”.

O jornal acusa: “Os anunciantes cedem ao pensar que podem estar à beira de uma crise de imagem. Não atender automaticamente à solicitação joga as empresas anunciantes na lista negra do bando, para virar alvo de uma onda de linchamento promovida pelos seguidores do grupo anônimo. Ou seja, há prática de intimidação”.

A campanha do Sleeping Giants contra a Gazeta do Povo ocorreu após o jornal manter o colunista Rodrigo Constantino em sua equipe. Sobre o caso Mariana Ferrer, ele comentou que se a filha dele estivesse bêbada e fosse estuprada, ele daria uma bronca nela e não denunciaria o agressor. A decisão do jornal foi contra uma carta assinada por 120 funcionários, que pediam a saída de Constantino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *