Programa Uma só Globo unifica televisão e internet do Grupo Globo

Jorge Nóbrega

Em comunicado emitido nessa segunda-feira (24/9), Jorge Nóbrega, presidente executivo do Grupo Globo, anunciou o Programa Uma só Globo, que prevê a unificação das subsidiárias de televisão aberta e por assinatura, como TV Globo e Globosat, Globo.com, DGCorp (Diretoria de Gestão Corporativa da TV Globo) e Som Livre em uma única empresa. Por enquanto, estão fora do programa os impressos do Grupo – Infoglobo, Valor Econômico e Editora Globo – e o Sistema Globo de Rádio. A implantação da iniciativa está prevista para durar três anos.

Para formatar o programa, foi contratada a Accenture, consultoria de gestão e tecnologia. No Grupo, quem encabeça a ação é Rossana Fontenele, diretamente subordinada a Nóbrega. Atual diretora-geral de Planejamento e Gestão da TV Globo, ela assume desde já como diretora-geral de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios do Grupo. Até o final do ano, vai acumular o novo cargo com suas atuais funções na TV Globo.

A nova função de Rossana será a de responder pelos projetos do Programa Uma só Globo, e continuar respondendo pelo projeto Uma só Tecnologia. Vai também dar apoio à implantação dos projetos Globoplay, Esportes e Publicidade Digital (descritos mais adiante), mas num encargo secundário, na medida em que os responsáveis pelos mesmos continuam subordinados a Nóbrega. Para tanto, terá na equipe, a partir de janeiro, Raymundo Barros, atual diretor de Tecnologia da TV Globo; Cristiane Delecrode, atual diretora corporativa de Planejamento e Controle, e Cíntia Moraes, atual diretora de Planejamento Estratégico da DGCorp.

Nóbrega define o trabalho a ser feito como o de “integrar equipes e estruturas, desenvolver novas áreas de competência, criar novos negócios e buscar novas receitas”. E ressalta iniciativas que já foram postas em prática, no sentido de um trabalho conjunto das empresas e profissionais do Grupo, para acompanhar as transformações dos negócios de mídia: (1) o Projeto Esportes, com Roberto Marinho Neto à frente, vai definir um novo modelo de gestão de esportes para TV Globo e Globosat, com produção integrada de conteúdo esportivo; (2) o Projeto Inteligência & Publicidade Digital, sob o comando de Eduardo Schaeffer, visa a centralizar a comercialização dos ativos digitais produzidos por TV Globo, Globosat e Som Livre, com base em dados do consumidor; (3) o Projeto OTT/Novo Globoplay, com João Mesquita, uma plataforma de distribuição única para os conteúdos produzidos pela TV Globo e pela Globosat, e também internacionais; e (4) o Projeto Uma só Tecnologia, com Rossana, que organiza a tecnologia como uma função integrada para TV Globo, Globosat, Som Livre, Globo.com e DGCorp.

“Estamos fazendo um grande investimento no nosso presente e no nosso futuro”, afirma Nóbrega. “Os próximos três anos serão um período de muita efervescência e de muitas oportunidades de aprendizado e crescimento para todos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *