Novo presidente da EBC, Américo Martins fará contratações

Américo Martins foi nomeado pela presidente Dilma Rousseff, em 12/8, para o ocupar o cargo de diretor-presidente da EBC, em substituição a Nelson Breve, que retornou á Secom/PR no final de julho como secretário de Imprensa. Américo, que vinha respondendo pela direção geral da EBC, afirmou ao Portal dos Jornalistas que seu primeiro grande desafio à frente da empresa será aumentar a relevância e a audiência das suas oito emissoras de rádio e duas tevês. Para isso, o novo presidente aponta como ações a melhor e maior distribuição do material da Agência Brasil, a criação de programas jornalísticos e de entretenimento mais plurais e inclusivos, investir em transmissões esportivas, além de recuperar a Rádio Nacional: “Temos um orçamento razoável, mas muito engessado. Vou administrar os recursos de forma a poder cumprir essas metas”. Ele diz buscar talentos para ajudá-lo na tarefa: “Já estamos conversando com bons nomes do mercado, tanto para a gestão quanto para a linha de frente dos veículos”. Américo levou recentemente para a EBC, entre outros, Asdrúbal Figueiró (que trabalhou com ele na BBC e na RedeTV), Denize Bacoccina e Paulo Totti. Também pretende valorizar programas que já são da casa, conduzidos por grandes nomes do jornalismo nacional, como Brasilianas, de Luís Nassif; Observatório da Imprensa, de Alberto Dines; e Espaço Público, de Paulo Moreira Leite e Florestan Fernandes Jr.. Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo, Américo é mestre em Teoria Política e pós-graduado em Economia pelo Birkbeck College, da Universidade de Londres e, ainda, mestre em Jornalismo Internacional pela City University de Londres. Antes de chegar à EBC, foi, entre outros, superintendente Nacional de Jornalismo e Esportes da RedeTV, editor executivo da BBC de Londres – onde liderou e administrou todos os departamentos que operam no continente americano – e diretor da BBC Brasil.