Mudanças estruturais nas redações marcarão o jornalismo em 2020, diz Monday Note

Frederick Filloux, editor do site Monday Note, analisa uma série de mudanças que, segundo especialistas, deverão acontecer nas redações em 2020. Segundo ele, o conteúdo publicado priorizará questões-chave do mercado e pode variar de acordo com o que acontece nas proximidades da redação.

“A cobertura abrangente sobre mudanças climáticas, por exemplo, fará mais sentido em áreas vulneráveis (como a Flórida), enquanto uma equipe de repórteres focada em mobilidade e moradia será mais justificada em uma grande área metropolitana congestionada”, explica Filloux.

Outro ponto destacado é o aumento da participação de freelances no conteúdo veiculado. As redações produzirão menos internamente e contarão com uma rede de freelances confiáveis. Profissionais de outras áreas fora do jornalismo também podem “se aventurar nas notícias”.

Além disso, aponta o editor, haverá um contraponto entre profissionais jovens e experientes, gerando pautas inovadoras, mas que mantenham os padrões tradicionais do jornalismo. 

Com informações da ANJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *