Morre Murilo Melo Filho, aos 91 anos

Murilo Melo Filho (Foto: Pedro França)

Morreu nesta quarta-feira (27/5) no Rio de Janeiro, aos 91 anos, o jornalista, escritor e advogado Murilo Melo Filho, vítima de falência múltipla de órgãos. O sepultamento será no mausoléu da Academia Brasileira de Letras (ABL), da qual era membro.

Em nota, o presidente da ABL Marco Lucchesi escreveu que Murilo “foi um dos grandes jornalistas brasileiros da segunda metade do século XX. Acompanhou de perto a política nacional, a construção de Brasília e a Guerra do Vietnã. Conheceu inúmeros chefes de Estado, a quem dedicou páginas antológicas, dos mais variados espectros políticos. Foi também um acadêmico exemplar, assíduo, com a disposição de emprestar seu talento aos mais diversos cargos e serviços na Academia. Guardo a imagem de um homem bom, de uma alta sensibilidade humana, voltada sobretudo para os mais vulneráveis e desprovidos. Um momento de tristeza”.

Nascido em Natal, Murilo iniciou a carreira aos 12 anos no Diário de Natal. Aos 18, foi para o Rio de Janeiro e ingressou no Correio da Noite. Trabalhou em Tribuna da Imprensa, O Estado de S. Paulo e Manchete. Formou-se em Direito pela Universidade do Rio de Janeiro. Entre seus trabalhos jornalísticos destacam-se as coberturas de viagens internacionais dos ex-presidentes Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, João Goulart, Ernesto Geisel e José Sarney; e as coberturas da Guerra do Vietnã e da Guerra do Camboja. Foi o sexto ocupante da Cadeira nº 20 da ABL. 

Com informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *