14.5 C
Nova Iorque
quarta-feira, outubro 20, 2021

Buy now

Mídia digital independente cresce sob ataque na América Latina

Relatório Ponto de inflexão constata que 45% foram vítimas de violência ou ameaças por causa de suas reportagens, e que 20% admitem autocensura em decorrência disso

A SembraMedia, organização sem fins lucrativos que apoia jornalistas empreendedores, em parceria com a Omidyar Network, empresa de investimentos filantrópicos criada por Pierre Omidyar, fundador da eBay, publicou na semana passada o Ponto de inflexão, mais completo estudo já realizado sobre o crescimento e o impacto da mídia digital independente na América Latina, bem como as ameaças ao setor.

O relatório da pesquisa, que analisou 100 veículos de mídia digital de Argentina, Brasil, Colômbia e México, mostrou que tais organizações estão ganhando cada vez mais influência na cobertura de temas que promovem melhor gestão pública e combate à corrupção. No entanto, sofrem ameaças e pressões crescentes que podem levá-las à autocensura ou até a encerrar suas operações.

Os principais pontos do estudo incluem:

– O crescimento é impulsionado por profissionais que querem maior independência para abordar questões importantes e desafiantes. No entanto, esses jornalistas empreendedores pagam um alto preço pela publicação de notícias independentes, pois mais de 45% das organizações relataram estar sujeitas a ameaças de violência por causa de seus relatórios; 50% sofreram ataques cibernéticos; e mais de 20% admitem evitar cobrir certos tópicos como resultado de intimidação e ameaças já recebidas.

– Além disso, é importante notar que essas mídias digitais estão diversificando receitas para garantir sua sustentabilidade: 66% relataram que ter pelo menos três fontes de renda e múltiplas fontes de receita são fundamentais para manter a independência editorial e a sustentabilidade; mais de 10% estão alcançando mais de 500 mil dólares por ano em receitas; 55% ganharam prêmios humanitários ou de jornalismo por seu trabalho; mais de 70% dos empreendimentos começaram com menos de US$ 10 mil e mais de 10% geram pelo menos 500 mil dólares por ano na receita.

– As plataformas digitais ganham posição cada vez mais importante na América Latina, aumentando a digitalização na região, já que mais da metade tem mais de quatro anos e 12% ultrapassam uma década de atuação. Não só produzem notícias, mas também desempenham papel de geradoras de mudanças, incentivam melhores leis, defendem os direitos humanos, expõem a corrupção e combatem abusos de poder. O relatório revela que 72% tiveram suas histórias usadas como fonte pela imprensa nacional, 66% pela imprensa internacional.

– São três os requisitos principais para permitir a essas organizações crescer e produzir impacto ainda maior: proteção contra ataques físicos, virtuais e econômicos; profissionalização, pois a sustentabilidade é vital para a sobrevivência do negócio; e parcerias para ampliar alcance e impacto.

A parte brasileira da pesquisa esteve a cargo de Sérgio Ludtke, ex-editor executivo nos grupos RBS e Globo, publisher da Artes e Ofícios Editora e coordenador do Master em Jornalismo Digital no IICS. Desenvolveu o curso Modelos de Negócios e Financiamento do Jornalismo Digital baseado em sua pesquisa sobre modelos de negócios de mídia digital. Atualmente dirige a empresa de consultoria em comunicação digital Interatores e a Escola de Interatores.

O Ponto de inflexão está disponível em espanhol, português e inglês.

Related Articles

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
22,043FãsCurtir
2,988SeguidoresSeguir
18,600InscritosInscrever

Últimas notícias

pt_BRPortuguese