José Hamilton Ribeiro e Eliane Brum são os mais premiados

  + Sem comparação com o Ranking 2011 + Ranking passa a contar com Conselho Consultivo + Número de prêmios pesquisados sobe de 65 para 94   Após um ano de trabalho corrigindo imprecisões, acrescentando novas premiações, refazendo planilhas por causa de alterações nos pesos relativos dos prêmios (seguindo agora a orientação de um Conselho Consultivo), Jornalistas&Cia e Instituto Corda finalizaram nesta 3ª.feira (18/12) a edição 2012 do Ranking Jornalistas&Cia dos Mais Premiados Jornalistas Brasileiros de Todos os Tempos, em versão revisada, ampliada e atualizada e que tem como novo campeão José Hamilton Ribeiro, repórter do Globo Rural, com a marca de 930 pontos. Na sua galeria, Zé Hamilton acumula só de prêmios Esso um total de seis. Entraram ainda no Ranking um Vladimir Herzog, um Telesp, dois José Reis, um Líbero Badaró, um Personalidade da Comunicação, um Claudio Abramo, um Embratel, dois Caixa, um Embrapa, um Massey Ferguson e um Maria Moors Cabot. Muito bem acompanhado, ele é seguido por Eliane Brum, ex-repórter e hoje colunista e blogueira da revista Época, que, com 810 pontos, foi a vice-campeã da nova série. Eliane ganhou, entre outros: Esso Regional Sul e de Informação Científica, Tecnológica e Ecológica, Iberoamericano Rei de Espanha, Ayrton Senna, Líbero Badaró, dois Caixa, quatro Vladimir Herzog, Ethos, Jabuti, três Comunique-se, dois Mulher Imprensa, ARI e SETCERGS. Caco Barcellos, que hoje pilota o prestigiadíssimo Profissão Repórter, da Globo, atingiu a marca de 742,5 pontos, ficando com a 3ª colocação. Entre os inúmeros prêmios que conquistou e que foram computados para o Ranking estão cinco Vladimir Herzog, três Líbero Badaró, um Embratel, cinco Comunique-se, um Jabuti e um AMB de Jornalismo. Vem a seguir, em 4° lugar, a colunista multimídia Miriam Leitão, que se divide entre a televisão (Globo e GloboNews), o rádio (CBN) e o jornal O Globo, com 695 pontos. A cada ano ela acumula um número maior de prêmios. No Ranking foram computados sete Comunique-se, sete Mulher Imprensa, mais os prêmios Maria Moors Cabot, Ayrton Senna, Biodiversidade da Mata Atlântica, Vladmir Herzog, Jabuti e Econômico Iberoamericano. Bem pertinho de Miriam, com apenas 2,5 pontos de diferença, Cid Martins, da Rádio Gaúcha, ocupa a 5ª posição com 692,5 pontos. Cid tem uma imensa galeria de prêmios, que começa nos domésticos – Jayme Sirotsky –; passa pelos regionais – seis ARI, sete MP-RS e quatro SETCERGS; e abrangem vários nacionais, como Embratel, Ethos, três CNT, dois Vladimir Herzog, ABCR e José Hamilton Ribeiro. No 6° lugar vem Giovani Grizzotti, repórter especial da RBS, que já acumulou dezenas de prêmios ao longo das últimas duas décadas; ele alcançou a marca de 667,5 pontos e entraram no Ranking dois Esso, um Embratel, um Claudio Abramo, um Vladimir Herzog, quatro CNT, seis ARI, dois SETCERGS, três Press e dois MP-RS. Ameaçado de morte e com risco de ter que deixar o País com a família para evitar o pior, pelas denúncias publicadas na Gazeta do Povo do Paraná contra a Polícia Civil, Mauri Konig é outro campeão de prêmios, fruto do sério trabalho investigativo que tem feito ao longo da carreira, e atingiu, no Ranking 212 de J&Cia, o total de 617,5 pontos, o que lhe deu a 7ª colocação. Ele tem na galeria, entre outros prêmios, dois Esso regionais, dois Embratel, dois Vladimir Herzog, dois Tim Lopes, dois Lorenzo Natali, três Sangue Bom, um Biodiversidade da Mata Atlântica e um CPJ Internacional Press Freedom.

Workshop Mega Brasil