19.8 C
Nova Iorque
terça-feira, abril 16, 2024

Buy now

Fábio Gomes busca financiamento coletivo para o livro de fotografias As tias do Marabaixo

O fotógrafo Fabio Gomes, 44 anos, prepara-se para passar o ano clicando pelo Brasil. Tornar sua atividade itinerante foi a melhor forma que encontrou para viabilizar a edição de seu livro As tias do Marabaixo – Cultura tradicional do Amapá em fotografias, cuja publicação comemorará seus 25 anos na profissão. “O livro, meu primeiro apenas de fotos, reúne 200 imagens das mais de dez mil que fiz nos últimos três anos, registrando as comemorações do Ciclo do Marabaixo, em Macapá, com especial atenção a cinco senhoras idosas negras que são consideradas referências dessa manifestação cultural de matriz africana, cuja origem remonta ao século 18”, explica Gomes em nota. “São elas: Tia Zefa (100 anos completados agora em 26 de fevereiro), Tia Chiquinha (falecida há um ano, aos 94), Tia Biló (91 anos), Natalina (83 anos) e Tia Zezé (76 anos)”. A obra chegou a entrar em pré-venda em dezembro, porém o valor apurado não foi suficiente para garantir a edição – entre design e impressão, são necessários R$ 15 mil para rodar os dois mil exemplares projetados; parte da tiragem será doada às famílias das homenageadas. “Optei por fazer uma edição independente para garantir que o livro saia da forma que considero a melhor para o registro e a difusão dessa manifestação cultural tão característica do Amapá. Dificilmente uma editora do Centro do País faria uma tiragem desse porte para um tema ligado ao folclore da Amazônia”, conta o autor. Por meio da campanha Vamos sonhar juntos, que lançou na Quarta-Feira de Cinzas, Fabio oferece seus serviços ligados a fotografia e cinema a preços especiais, a fim de viabilizar a edição do livro. O destaque é para o pacote de ensaio fotográfico, cujo valor foi reduzido à metade (apenas R$ 100,00 por quarenta fotos). Também fazem parte da campanha análise de portfólio para modelos, atores e atrizes em começo de carreira; redução de valores para que instituições culturais contratem, de forma conjunta, a sessão comentada dos cinco curtas-metragens da série As tias do Marabaixo e a Oficina de Cinema Independente que Fabio criou a partir da experiência de dirigir esses filmes; e até mesmo a possibilidade de a Oficina ser contratada diretamente por grupos de interessados. A oferta dessas atividades está detalhada em www.jornalismocultural.com.br.

Related Articles

22,043FãsCurtir
3,912SeguidoresSeguir
21,600InscritosInscrever

Últimas notícias

pt_BRPortuguese