Empresas se preocupam, mas não se preparam para as fake news

A Aberje divulga o resultado da pesquisa Fake news: desafios das organizações. O objetivo do estudo é conhecer a dimensão do problema e os mecanismos que podem contribuir para mitigar a propagação das fake news sob o ponto de vista corporativo. Ele contou com a participação de 52 organizações, tanto nacionais quanto multinacionais, distribuídas nos mais diversos setores de atividade.

De acordo com o levantamento, o assunto fake news preocupa 85% dos representantes das empresas; no entanto, 67% das corporações não têm o tema incluído em seus assuntos estratégicos, e apenas 20% dizem ter estruturado seu departamento interno ou contratado serviços externos para acompanhar e gerir as publicações que envolvem notícias falsas.

“É um que erro acreditar que eventuais riscos causados pelas fake news possam ser mitigados. Isso levando em conta apenas uma estratégia de pós-controle”, alerta Paulo Nassar, presidente da Aberje. “Talvez agora seja o momento para que empresas se previnam contra as fake news, investindo em profissionais, educação em comunicação e estratégias para que não sejam prejudicadas no futuro”.

Os participantes acreditam que os principais impactos causados pelas fake news às organizações são danos à reputação da marca (91%), danos à imagem da empresa (77%), perdas econômico-financeiras (40%) e credibilidade da companhia (40%).

Especial Empresa cidadã – O impacto das fake news no âmbito corporativo será tema da próxima edição da série especial de J&Cia Empresa cidadã. Projeto de branded content, a edição circulará em 28/5 e trará exemplos de ações desenvolvidas pelas áreas corporativas das principais empresas que atuam no Brasil, o papel das corporações na luta contra as notícias falsas, além de soluções e ferramentas disponíveis na luta contra esse que é um dos principais motivos de preocupação do jornalismo na atualidade. A produção está a cargo de Sérgio Lüdtke.

Empresas interessadas em participar do projeto podem solicitar mais informações com Silvio Ribeiro, pelos 11-3861-5280 e silvio@jornalistasecia.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *