Apresentador do programa policial Verdade no Ar, da TV Norte Boa Vista, afiliada do SBT em Roraima, Diego Santos sofreu ameaça de morte na manhã de 1º de abril.

Ao abrir a caixa de correio da casa onde mora, o apresentador encontrou um envelope com um bilhete e duas balas de calibre 380. Diego diz ter certeza que a ameaça foi motivada pelo seu trabalho no Verdade no Ar, onde opera denúncias de irregularidades do poder público e facções criminosas do estado.

No bilhete encontrado, o autor que não se identificou escreveu “A medida exata para silenciar qualquer denúncia”. Ao entender do que se tratava a mensagem, Diego Santos a divulgou em seu programa e logo depois registrou um Boletim de Ocorrência no 1º Distrito Policial, em Boa Vista. O SBT decidiu que o jornalista e sua família passariam a ser escoltados por seguranças.

Foto do bilhete deixado na caixa de correspondência de Diego Santos
Foto do bilhete deixado na caixa de correspondência de Diego Santos

Casos como esse tem se tornado comuns na região. Há aproximadamente cinco meses, o apresentador da TV Imperial, afiliada da Record também em Roraima, Romano dos Anjos, foi sequestrado dentro de sua residência enquanto jantava com a esposa. A polícia não conseguiu identificar nenhum dos envolvidos.

A Federação Nacional de Radialistas (Fitert) e o Sindicato de Radialistas Profissionais e dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão, Televisão e Publicidade do Estado de Roraima emitiram uma nota conjunta em solidariedade ao apresentador. O Grupo Norte de Comunicação também publicou um comunicado em que repudia a ameaça e o cerceamento da liberdade de expressão, e também afirma o compromisso da empresa com a informação.

Para o delegado Emerson Freire, que investiga o caso, o direcionamento da Polícia Civil não é apenas para o apresentador Diego Santos, mas, sim, para o exercício livre da imprensa na região.

“Chama atenção a urgência da defesa e proteção da liberdade de expressão, relembrando o papel essencial que os profissionais da imprensa desempenham ao levar informações de interesse público à sociedade, fundamental para a manutenção da democracia”, destaca Leticia Kleim, assessora jurídica da Abraji, sobre a importância do comprometimento das autoridades públicas na investigação e processamento do caso diante do cenário atual de escalada de violações à liberdade de imprensa.

* Com informações da Abraji

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments