19.3 C
Nova Iorque
sábado, maio 25, 2024

Buy now

Defesa Social publica pauta do Hoje em Dia e jornal considera agressão

No último dia 23/7, a repórter Alessandra Mendes, do Hoje em Dia, enviou à Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais uma solicitação de entrevista “para fazer matéria sobre a situação da Polícia Civil e os reflexos de problemas na corporação para a segurança pública como um todo”. Mas, em vez de responder, o secretário Bernardo Santana publicou a íntegra da pauta no site da secretaria, afirmando que estava sendo perseguido pelo veículo: “Desde que fui anunciado como secretário, o Hoje em Dia vem apregoando a minha saída, o que denota uma aspiração, algo estranho à apuração de cunho jornalístico, ainda mais por estar a contrapelo dos fatos”. O jornal manifestou-se por meio de um editorial no dia 25: “Em lugar de uma resposta às perguntas que foram feitas pela nossa reportagem, fomos surpreendidos com a exposição pública da pauta, em uma clara agressão ao jornal, à repórter que apurava o assunto e ao direito constitucional que todo cidadão tem de questionar o Poder Executivo sobre aspectos que são de evidente interesse público”. Procurado pelo Portal dos Jornalistas, Bernardino Furtado, assessor de imprensa do secretário de Defesa Social, afirmou que a nota “é um direito que a fonte tem de divulgar sua resposta pelos canais de comunicação que têm disponíveis. A nota que publicamos é autoexplicativa. Não fizemos nada de novo ao tornar pública uma campanha que o jornal fez contra Santana sem ter minimamente elementos factuais contra ele”. Conversamos também com Luiz Fernando Rocha, diretor de Jornalismo do Hoje em Dia: “Mandamos para a assessoria da Secretaria de Defesa Social um e-mail com alguns questionamentos e esse e-mail se tornou público, porque a assessoria da SEDS resolveu responder como uma carta aberta ao Hoje em Dia para toda a mídia nacional, expondo o nome do jornal, da repórter e uma pauta que até então era de cunho exclusivo do veículo. Não é a primeira vez que temos problemas com a assessoria da SEDS. Há uma predisposição muito ruim em relação ao jornal. Mas, vamos continuar trabalhando do mesmo jeito que fizemos até hoje para impor respeito quanto à opção do jornal de ser independente em relação ao governo”. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e a Associação Nacional dos Jornais divulgaram nota de repúdio, considerando antiética a atitude do órgão estadual.

Related Articles

22,043FãsCurtir
3,912SeguidoresSeguir
21,800InscritosInscrever

Últimas notícias

pt_BRPortuguese