Campanha #AbrilRespeiteoSindicato repudia cassação da liberação de Paulo Zocchi

Entidades de todo o País aderiram à campanha #AbrilRespeiteoSindicato, que repudia a ação da Editora Abril, que cassou a liberação sindical de Paulo Zocchi (funcionário da empresa), presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) e vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Até o momento, 37 entidades integram a campanha.

Além das entidades, diversos profissionais de imprensa posicionaram-se contra a atitude da Abril por meio de moções de apoio a Zocchi, cartas para a editora, vídeos, atos e outras manifestações.

Funcionários da RedeTV, por exemplo, disseram que “tal atitude da Editora Abril tenta enfraquecer ainda mais nossa categoria num momento de extrema fragilidade, com desemprego, salários reduzidos em meio a pandemia”. Trabalhadores da Comunicação da Rádio e TV Cultura destacaram que estão em processo para um novo acordo coletivo com a Fundação Padre Anchieta e sem representação sindical serão frontalmente atingidos no processo de negociação.

Vale lembrar que a Abril decidiu antecipar em dez meses o fim da liberação sindical de Zocchi, rompendo uma prática acordada desde os anos 1960 entre empresas de comunicação e o Sindicato dos Jornalistas, convocando-o a retornar à empresa a partir de 30 de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *