AzMina passa a monitorar discurso de ódio contra candidatas nas eleições 2020

A revista AzMina, em parceria com o Instituto Update e InternetLab, lança o projeto MonitorA, que analisa comentários e discurso de ódio direcionado a candidatas nas eleições municipais deste ano. O objetivo é compreender as dinâmicas da violência política de gênero e do discurso de ódio sexista contra as mulheres.

O projeto monitorou 123 perfis de candidatas de todos espectros políticos, de diferentes regiões do Brasil, em Twitter, YouTube, Instagram e Facebook. Foram coletadas postagens, comentários e outras interações, utilizadas para criar um dicionário de palavras e termos frequentemente usados em discursos de ódio sexistas nas redes sociais, e como variam de acordo com o perfil das candidatas monitoradas.

A partir dos dados coletados, AzMina produzirá análises e reportagens sobre as formas mais comuns de violência contra a mulher nas redes sociais, com o objetivo de pensar em estratégias de defesa e combater a violência de gênero. (Veja+)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *