Abraji aponta aumento em ataques à imprensa em janeiro

Presidente Jair Bolsonaro lidera o ranking de ataques à imprensa, aponta Abraji
Presidente Jair Bolsonaro lidera o ranking de ataques à imprensa, aponta Abraji

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) contabilizou o número de ataques direcionados à imprensa em janeiro de 2021. O número dobrou em comparação ao mesmo mês no ano passado. O presidente Jair Bolsonaro foi responsável por 11 dos 26 ataques detectados.

Nos primeiros 31 dias de 2020, o número de ataques foi de 11. Isso demonstra uma piora no cenário em 2021, segundo a entidade. Neste ano, foram 20 casos de discursos estigmatizantes, quatro ataques e agressões, um processo judicial e um caso de uso abusivo do poder estatal.

Letícia Kleim, assessora jurídica da Abraji, declarou que “o crescimento dos discursos estigmatizantes resulta em um aumento de outras formas de agressão, até mais graves e diretas, contra profissionais da imprensa, porque servem de autorização e incentivo, especialmente quando se referem ao presidente e seus apoiadores. (…) O monitoramento dos ataques é fundamental para identificar essas ameaças e permite avaliar o impacto direto na proteção de nossas garantias constitucionais e os riscos à democracia brasileira”.

Leia mais sobre os ataques no site da Abraji.

E mais:

Workshop Mega Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *