Versão digital de jornais cresce e impresso segue em queda

Banca de jornais. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O Instituto Verificador de Comunicação (IVC) divulgou dados sobre a circulação de jornais dos principais veículos de comunicação do País. A pesquisa leva em conta números registrados de dezembro de 2014 a dezembro do ano passado. Segundo o estudo, as assinaturas digitais estão aumentando, enquanto a versão impressa segue em queda. As informações são do Poder360.

Segundo o portal, a Folha de S.Paulo foi o jornal com maior número de assinaturas digitais, seguida de perto por O Globo. Destaque para o Valor Econômico, que teve um aumento de 414% em suas assinaturas digitais. O Correio Braziliense também teve um aumento significativo: 179%.

Todos os veículos analisados no estudo sofreram queda na circulação de suas versões impressas desde dezembro de 2014 até 2019. O jornal com maior tiragem média de impressos foi o mineiro Super Notícia, com pouco menos de 140 mil, cerca de 50% a menos do que a média registrada em 2014, mesmo sendo o “melhor colocado”. O Estado de Minas foi o que mais reduziu sua tiragem média de impressos, com números 72% inferiores.

Na soma da média de tiragem mensal das versões impressa e digital, a Folha de S.Paulo tem os maiores números do ano. O estudo também mostra a variação de custo das assinaturas e o comportamento das revistas Época e Veja, que estão em queda livre. Confira a íntegra no Poder360.

1 comment

Get RSS Feed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *