A Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) anunciou os vencedores da 14ª edição do Prêmio Abracopel de Jornalismo, que incentiva a produção de matérias sobre eletricidade segura.

Na categoria Mídia Impressa e Digital, a vencedora foi Bianca Vallant (Folha Vitória-ES), com a matéria Mais de 3000 crianças morrem todos os anos, vítimas de acidentes domésticos no Brasil.

Em Mídia Digital Rádio, a matéria Cuidado: o choque elétrico por estar logo aí” chegou junto com outras duas, mas no desempate foi a campeã; Lorena Pelanda, da (Band News Curitiba-PR), levou o prêmio para casa.

Na categoria Assessoria de Comunicação, a vencedora foi Patrícia Stédile, da Engenharia de Comunicação (Curitiba-PR), com a matéria Mortes por eletricidade superam as por dengue no Brasil.

E Danilo Girundi (MG1-Globo Minas) venceu a categoria Mídia Eletrônica Televisão, com a matéria Choques elétricos causaram a morte de 17 pessoas no 1° semestre de 2020.

Nas premiações especiais, o Prêmio Especial José Rubens Alves de Souza foi para o engenheiro Danilo Ferreira de Souza, com o artigo A tomada de três pinos deve deixar de existir?, publicado pela Editora da UFMT. E o novo Prêmio Especial Anuário Estatístico de Acidentes, que premia qualquer matéria inscrita nesta edição e que tenha privilegiado os dados lançados no Anuário Estatístico do ano anterior, foi para o casal Leno Falk e Tereza Klein, da Agência RadioWeb.

Confira as menções honrosas do prêmio.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments