Klester Cavalcanti deixa o Diário do Pará

Klester Cavalcanti deixou em 18/8 a Direção de Redação do Diário do Pará, cargo que ocupou por dois anos e dois meses. Acertou sua saída e o processo de transição, após convite para se transferir para uma outra organização em outra atividade, que, por razões contratuais, ainda não pode revelar.

Com a saída dele, sobe para o comando editorial do jornal Clayton Matos (91-991-440-357, 3084-0120 ou 3084-0219), que era o segundo de Klester. No jornal há 15 anos, Clayton ali começou como estagiário. O presidente do grupo, Jáder Filho (91-981-161-346), o confirmou na vaga de Klester.

Nascido em Recife e formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, Klester viveu e trabalhou em Belém entre 1998 e 2000, como correspondente da revista Veja para a Amazônia. Voltou 15 anos depois com a proposta de levar para o Diário do Pará a múltipla experiência adquirida tanto na mídia impressa, entre jornais e revistas, quanto digital.

Vale lembrar que, depois de Belém, convidado pelo então editor Laurentino Gomes, Klester transferiu-se para a Veja em São Paulo, iniciando um ciclo que o levaria, na sequência, pelas revistas Viagem e Turismo, Caminhos da Terra, VIP e Contigo, todas da Abril, chegando a editor-chefe nas duas últimas. Também passou pelo Grupo Estado entre 2010 e 2012, primeiro como editor de Cultura do Jornal da Tarde e editor da Revista JT e, depois, como coordenador do Portal do Estadão, ao lado de Luís Fernando Bovo. Finalmente, foi editor executivo da IstoÉ Gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *