Sergio Chapelin

Sérgio Vieira Chapelin nasceu em Valença (RJ), em 12 de maio de 1941. Iniciou a carreira de locutor na rádio Clube da cidade. Aos 18 anos, mudou-se para a capital do estado, onde anunciava a hora certa na rádio Tamoio.
Em 1962, passou a narrar o noticiário na rádio Nacional, tendo ali permanecido até 1964, quando se transferiu para a rádio Jornal do Brasil.
Na tevê, começou em 1972 como apresentador do Jornal Hoje, na Globo. No mesmo ano, deu início à parceria com Cid Moreira à frente do Jornal Nacional, permanecendo no telejornal até 1983.
Nesse período foi premiado em duas oportunidades com o Troféu Imprensa de Melhor Apresentador, em 1973 e 1976. Também fazia locução em off para comerciais de tevê e para o programa do Projeto Minerva, de educação de adultos, na rádio MEC.
Em 1973, foi o primeiro apresentador do Globo Repórter, posto em que permaneceu durante os dez anos seguintes. Em agosto de 1974, apresentou o Jornal da Noite e no mesmo mês, foi convocado para apresentar o Jornal Internacional.
Em 1977, passou a apresentar o telejornal Amanhã e fez uma participação especial na novela Espelho mágico, de Lauro César Muniz.
A partir de abril de 1979, foi para o Jornal da Globo, onde ficou até março de 1981, quando o telejornal foi substituído pelo Jornal Nacional – 2ª edição, também apresentado por ele até julho de 1982.
Deixou a TV Globo em 1983, contratado pelo SBT, onde ficou um ano apresentando o programa de variedades Show Sem Limites.
Em 1984, de volta à TV Globo, estreou como apresentador do Fantástico.
Retornou ao Globo Repórter em 1986 e permaneceu até 1989, quando voltou a apresentar o Jornal Nacional.
Dez anos depois, como a reestruturação do Jornalismo da Globo, deixou o telejornal, junto com Cid Moreira. Mas ainda em 1996 voltou a apresentar o Globo Repórter, em que está até hoje.
 
 
Fonte:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *