Investigação com 400 jornalistas revela US$ 2 trilhões em operações suspeitas

Ilustração: Alicia Tatone/BuzzFeed News

Mais de 400 jornalistas, de 110 veículos de comunicação, em 88 países, participaram de uma investigação internacional que revelou que cinco bancos multinacionais movimentaram US$ 2 trilhões em operações suspeitas. A apuração é proveniente do vazamento de documentos secretos do governo dos Estados Unidos, batizados de FinCEN Files.

Os documentos revelam suspeita de lavagem de dinheiro e recursos cuja natureza é de atividades criminosas. Mais de 2.100 relatórios foram analisados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ). Do Brasil, participaram da apuração Poder360, Época e piauí.

O ICIJ foi responsável em anos anteriores por outros modelos similares de apuração que resultaram em reportagens especiais, como Panama Papers e Luanda Leaks.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *