15.5 C
Nova Iorque
domingo, maio 19, 2024

Buy now

Igualdade racial na mídia será tema do 1º Enjira

Encontro ocorrerá em paralelo ao 36º Congresso dos Jornalistas O 1º Encontro de Jornalistas pela Igualdade Racial (Enjira), marcado para 2/4, em Maceió, paralelamente à programação do 36º Congresso Nacional dos Jornalistas, terá como ponto de partida o painel Os jornalistas e a construção da igualdade racial na mídia, com palestras de Cleidiana Ramos, repórter especial de A Tarde (BA); Washington Andrade, jornalista e diretor do portal Áfricas; e Rosane Borges, coordenadora do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra. O painel está previsto para as 9h30, logo após a solenidade de abertura do encontro, e será seguido de debate. À tarde, após o almoço, os participantes formarão grupos de trabalho para discussões pontuais de teses que servirão de base para a plenária, na tarde do mesmo dia, encerrando o evento. O Enjira vai reunir representantes das comissões estaduais de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojiras) e profissionais e estudantes interessados no tema. Para participar, é preciso fazer a inscrição no espaço destinado a ele no www.36congressojornalistas.com.br. O 36º Congresso O 36º Congresso Nacional dos Jornalistas será aberto no dia 2/4, às 20h30, com a conferência sobre o tema central O jornalista, o jornalismo e a democracia. Além do I Enjira, na mesma data haverá uma reunião ampliada da Comissão da Verdade dos Jornalistas da Fenaj com as comissões estaduais instituídas pelos sindicatos. Ao todo, o encontro, que segue até o dia 6, terá seis painéis, quatro Rodas de Conversa e seis oficinas. Entre os palestrantes confirmados estão Jim Boumelha, presidente da Federação Internacional dos Jornalistas, que vai falar sobre Defesa do trabalho, defesa da democracia; Alberto Dines, do Observatório da Imprensa, que participa de painel sobre a qualidade do jornalismo; Dominique Wolton, um dos mais importantes especialistas europeus em política e comunicação, a quem caberá a palestra Jornalismo para humanizar a comunicação; Luís Nassif, do Jornal GGN e portal Brasilianas.org, que participará do painel Jornalismo novo ou novas plataformas?; e Nelson Breve Dias, presidente da EBC, que falará sobre jornalismo no serviço público. Inscrições Observadores – Quem pretende participar do Congresso na condição de observador (jornalistas ou estudantes não delegados) deve se inscrever até 17/3 no site do congresso, onde também estão informações gerais sobre preços e logística do evento. Os observadores participam de toda a programação científica, mas apenas com direito a voz. Delegados – Com direito a voz e voto, os delegados deverão ser eleitos pela categoria em cada estado, em fórum específico convocado pelo sindicato dos jornalistas local. Para esses, as inscrições só serão realizadas pelo respectivo sindicato, após os congressos estaduais e/ou assembleias para escolha desses representantes, que devem acontecer a partir deste mês. O prazo para inscrição de delegados também se encerra em 17 de março. Teses – Base das discussões plenárias do Congresso Nacional, as teses também só poderão ser inscritas pelos sindicatos, após aprovadas nos congressos estaduais o assembleias, igualmente até 17 de março. Caberá à Fenaj a organização e sintetização dos trabalhos apresentados.  

Related Articles

22,043FãsCurtir
3,912SeguidoresSeguir
21,800InscritosInscrever

Últimas notícias

pt_BRPortuguese