-0.6 C
Nova Iorque
quinta-feira, janeiro 27, 2022

Buy now

Governo de São Paulo nega reajuste a funcionários da Cultura

O Governo do Estado de São Paulo negou reajuste aos jornalistas da Rádio e TV Cultura, que ainda não receberam o valor negociado no Acordo Coletivo de 2014. Em 30/7, o Sindicato dos Jornalistas foi notificado oficialmente de que não haverá reajuste e considerou a “atitude irresponsável com a qual o Estado vem tratando os jornalistas revoltante e inaceitável”. Segundo a entidade, a justificativa da Fundação Padre Anchieta, mantenedora das emissoras, é que o Conselho de Defesa dos Capitais do Estado (Codec), órgão da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, vetou o reajuste sob a alegação de que o governo estadual está com problemas financeiros. A não aprovação do aumento, conforme despacho do governo do Estado, se deu “tendo em conta as restrições financeiras e orçamentárias apontadas nas manifestações exaradas pelos órgãos competentes das Secretarias da Fazenda, Planejamento e Gestão”. Em assembleia realizada nesta 3a.feira (4/8), em frente a Fundação, os sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas definiram em conjunto com os trabalhadores da emissora formular uma carta para ser entregue na próxima 2a.feira (10/8) na reunião do Conselho Curador da entidade. De acordo como SJSP, a expectativa é que o sindicatos possam participar desse encontro para debater a crise que abate a TV Cultura e comunicar a pauta de reivindicações dos trabalhadores, após a negativa do Governo do Estado de São Paulo de pagar o reajuste negociado no Acordo Coletivo de 2014. Uma nova assembleia foi marcada para 27/8, às 13h30, em frente a emissora, uma dia após a data marcada para reunião entre representantes da Fundação e do Governo do Estado.

Related Articles

22,043FãsCurtir
3,144SeguidoresSeguir
19,100InscritosInscrever

Últimas notícias

pt_BRPortuguese