Folha de S.Paulo promove dança de cadeiras

A Folha de S.Paulo anunciou diversas mudanças nos últimos dias, que implicam a troca de funções de oito de seus profissionais em São Paulo, Brasília e exterior. Na sede, já nesta 3ª.feira (19/2), a dança de cadeiras envolveu a ida do secretário de Redação Alan Gripp para a edição de Cotidiano, no lugar de Denise Chiarato, agora editora da homepage da Folha, em cargo que está sendo criado; o editor de Tecnologia Leonardo Cruz passou a secretário-assistente de Redação (área de Edição), e foi substituído pela até então secretária-assistente de Redação (área Digital) Camila Marques; e para o lugar dela seguiu o editor de Novas Plataformas Roberto Dias. Em Brasília, Melchiades Filho vai deixar depois de sete anos a Direção da sucursal. Ele permanecerá no cargo até 18/3 e aí se apresentará ao jornal em São Paulo, onde passará a exercer novas funções na Secretaria de Redação. Em reunião com sua equipe na semana passada, disse que precisava usar o aprendizado do período na Capital Federal para continuar a crescer, citou o colega José Simão (“Quem fica parado é poste”) e, com olhos marejados, agradeceu à equipe, bastante premiada nos últimos anos – quatro Esso desde 2010. Melchiades, que também é colunista de Política da página 2, tem 25 anos de jornal e já foi editor de Esporte, repórter de Economia e correspondente em Washington. Segundo comunicado do editor-executivo Sérgio Dávila, Igor Gielow, que cuida da pauta da sucursal, ocupará a função até a nomeação definitiva do substituto. No exterior, Marcelo Ninio, correspondente em Jerusalém desde 2009, com passagem anterior por Genebra, a partir de 22/3 passará a exercer suas funções de correspondente na  China, baseado em Pequim, no lugar de Fabiano Maisonnave, que se incorporou à equipe de repórteres especiais do jornal em São Paulo. Para o posto de Jerusalém, transformado em correspondente-bolsista, seguirá Diogo Bercito, repórter de Ilustrada e Folhateen, que deverá  começar seu trabalho em 7/3, com previsão de permanecer em Israel por um período de nove meses. Coluna do PVC – Dias antes, Paulo Vinícius Coelho, o PVC, voltou a integrar o time de colunistas de Esporte do jornal, onde já havia escrito de 2008 a 2011. Seus textos são publicados aos domingos e às 2as.feiras, abordando temas diversos relacionados ao futebol, como aspectos políticos e econômicos, informações exclusivas e personagens, além das análises táticas do principal jogo da rodada, em texto e gráficos. Com o retorno dele, a coluna de Edgard Alves, sobre esportes olímpicos, passou da 2ª.feira para o sábado, ao lado de Xico Sá.