Finlândia condena quem ameaça jornalistas na internet

Segundo o site Scandinavian Way, da Imagem Corporativa, em 2018 os tribunais finlandeses começaram a condenar cidadãos envolvidos em ataques e intimidações online contra jornalistas, seja isolados, seja em campanhas coordenadas, de acordo com o International Press Institute (IPI), rede global de editores, repórteres e executivos de comunicação. Alguns especialistas, acreditam que as decisões estabelecem um novo precedente no país e poderiam ser um exemplo para o resto da Europa – e, quem sabe, do mundo.

Uma das decisões mais recentes ocorreu em outubro, quando um tribunal regional finlandês condenou por difamação e incitamento à difamação três pessoas envolvidas em uma campanha de assédio online contra a jornalista Jessikka Aro. A decisão considerou ainda o agravante de anos de intimidação, ocorrida em vários canais. A jornalista, que trabalha na emissora pública YLE, é conhecida por suas reportagens sobre trolls russos, que ela começou a investigar em 2014. (Veja+)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *