Estudo da CIDH aponta que mulheres jornalistas enfrentam duplo risco

Foi divulgado no Dia Internacional da Mulher o estudo Mulheres jornalistas e liberdade de expressão – Discriminação e violência de gênero contra jornalistas no exercício da profissão, feito pela Relatoria Especial para Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH). 

A Relatoria, que faz parte da OEA, avalia os impactos do gênero sobre o direito à liberdade de expressão e à informação desde 1999. O documento reconhece avanços na representatividade feminina em áreas como a política e a comunicação nas Américas, mas ressalta que direitos fundamentais para o exercício do jornalismo ainda são impactados pelo gênero e, por isso, mulheres que exercem a profissão enfrentam um “risco duplo”.

O documento leva em consideração diversos tipos de violência contra mulheres, como assassinato, violência sexual, intimidação e abuso de poder. Segundo a CIDH, os atos de violência de gênero relatados com mais frequência por jornalistas, com base em pesquisa feita pela Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), são: agressão verbal, violência psicológica, exploração econômica e violência física. Das entrevistadas pela FIJ, 44% afirmaram terem sido vítimas de ataques virtuais.

O levantamento, feito com apoio do Google News Lab, envolveu entrevistas com 477 mulheres e abordou aspectos como a percepção de atitudes sexistas no trabalho e do impacto do gênero no exercício profissional. Mais da metade (59%) das entrevistadas afirmou que “presenciaram ou tomaram conhecimento de uma colega sendo assediada no exercício de sua profissão por uma fonte”. 

O gênero também aparece como argumento para desqualificar o trabalho jornalístico realizado por mulheres: 67% das jornalistas que responderam à pesquisa Mulheres no jornalismo afirmaram ter tido sua competência questionada ou visto uma colega ter a competência questionada por colegas ou superiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *