Em novo livro, Amaury Ribeiro Jr. denuncia casos de pedofilia na Amazônia

Amaury Ribeiro Jr. lançou o livro Poderosos pedófilos, que denuncia casos de pedofilia em diferentes regiões da Amazônia nos últimos 20 anos. Em 224 páginas, escreve sobre a impunidade de crimes contra crianças e adolescentes, que acontecem desde 1997 e que, em 2020, seguem acontecendo.

Amaury começou a investigar o tema enquanto trabalhava para O Globo, há mais de 20 anos. A primeira abordagem foi a das chamadas “disneylândias do sexo”, boates-cassino que exploravam crianças e adolescentes no centro de Manaus. Ele e o fotógrafo Sergio Tomisaki fingiram-se de turistas e investigaram os locais. A reportagem causou muita comoção na época, mas Amaury afirma que “o que se vê é que hoje esse assunto já não mobiliza”.

“Eles têm posições de destaque na sociedade. São juízes, delegados, procuradores de Justiça, empresários de sucesso”, destaca a descrição da obra, disponível em versões física e e-book. “Do alto de suas atuações, poderiam estar ajudando diversas pessoas, promovendo o progresso e combatendo bandidos. Mas praticaram um dos mais hediondos crimes: o abuso sexual de menores de idade”.

Com passagens por IstoÉ e Record, Amaury é autor, entre outros, de A privataria tucana (2011) e foi coautor de O lado sujo do futebol (2014).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *