Daniel Bortoletto e Guilherme Gomes são promovidos no Lance

Mudança provoca outras alterações na estrutura das redações do jornal A partir desta semana, os editores-executivos Daniel Bortoletto e Guilherme Gomes deixam de priorizar as tarefas de fechamento do Lance e assumem o controle da produção de todas as mídias do grupo. Daniel, de manhã, e Guilherme, à tarde, terão funções complementares. Não mais serão apenas os editores do Rio e de São Paulo, respectivamente, mas passam a editores nacionais, com autonomia total e expressa delegação do editor-chefe Luiz Fernando Gomes para atuar nas duas redações. Em função disso, Flavio Garcia, no Rio, e Alessandro Abate, em SP, cuidarão diretamente do fechamento das edições impressas do Lance. O editor-executivo de Mídias Digitais Maurício Louro, que já vinha exercendo a função de coordenar o fechamento, a edição e a distribuição dos conteúdos nas plataformas digitais próprias ou por meio de parcerias, também ganhou plena autonomia para atuar nas duas redações, com o apoio de Valdomiro Neto, em São Paulo, e de Vinicius Perazzini, que substitui a Eduardo Mansell como editor do Lancenet no Rio. Mansell passa a editor da Lance Conteúdos, unidade que está sendo criada em substituição à LancePress e que vai atuar na criação de produtos e na venda de conteúdos do Grupo para os mais diversos canais de distribuição, de veículos de comunicação e clientes institucionais a empresas de outros setores.