Ajudar jornalistas em memória de Audálio Dantas

Audálio Dantas

Completa-se nesta quinta-feira (30/5) um ano da morte de Audálio Dantas, um dos maiores símbolos brasileiros na luta pelos direitos humanos. Para marcar da data, a viúva Vanira Kunc Dantas e sua filha mais velha Juliana, ambas também jornalistas, e José Dantas, filho do primeiro casamento de Audálio, uniram-se a Sérgio Gomes, da Oboré, e estão discutindo com o Sindicato dos Jornalistas uma série de atividades para ajudar profissionais desempregados, em dificuldades financeiras ou que estejam à margem da profissão.

“Eu e a mais nova, Mariana, vamos nos integrar à missa das 11h30 nesta quinta, na Paróquia de São Domingos (rua Caiubí, 164, Perdizes), porque a Ju começou a trabalhar como locutora na Alpha FM e não vai poder ir”, conta Vanira. “Por isso, não programamos nada especial para esta data. Mas retomamos com o Serjão um projeto que ele já havia apresentado ao Audálio, que estamos discutindo fazer com o Sindicato em julho, quando Audálio completaria 90 anos. A proposta é um dia todo de atividades, mas que tenham desdobramentos, com o objetivo de, em memória dele, ajudar profissionais que estão necessitados. Assim que tivermos fechado um acordo faremos a divulgação, porque será muito trabalho”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *