Agência Pública, piauí e Poder360 divulgam Luanda Leaks

O Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) começou a divulgar as reportagens da série Luanda Leaks. Reunindo 120 profissionais, de 36 veículos e 20 países, a série teve como base mais de 715 mil registros financeiros e comerciais confidenciais e entrevistas para expor duas décadas de acordos corruptos que tornaram Isabel dos Santos, filha do ex-presidente da Angola José Eduardo dos Santos, a mulher mais rica da África e a nação angolana, rica em petróleo e diamantes, uma das mais pobres da Terra. No Brasil, participaram da apuração e divulgação o site Poder360, a revista piauí e a Agência Pública.

Os documentos utilizados como fonte para as reportagens, que incluem também e-mails pessoais da família Santos, relatórios de assessores, auditorias privadas e vídeos de reuniões, foram fornecidos ao ICIJ pela Plataforma de Proteção de Denunciantes na África (PPLAFF, em inglês).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *