100 anos de jornalismo automotivo no Brasil

Outubro marca o centenário do lançamento da Revista de Automóveis, a primeira especializada do setor no País, que circulou por alguns anos no Rio de Janeiro a partir de 1911. A informação é compartilhada por Rogério Louro, gerente de Comunicação Corporativa da PSA Peugeot Citroën do Brasil e um apaixonado por automóveis e história.100 anos de jornalismo automotivo no Brasil “O mês de outubro está chegando ao fim, mas não tinha como deixá-lo terminar sem lembrar um marco importante para todos nós, jornalistas automotivos brasileiros. Apesar de muitos não saberem, este mês marca os 100 anos do lançamento da primeira revista de automóveis do País, que tinha um título mais do que correto: Revista de Automóveis. Ela foi editada no Rio de Janeiro e lançada em outubro de 1911 com temas semelhantes aos que vemos nas publicações atuais, como produtos e serviços. Na capa, destaque para automóveis Benz, caminhões Saurer e pneus Continental. Na época, revistas especializadas já eram comuns nos Estados Unidos e na Europa, mas no Brasil o automóvel ainda não tinha conquistado tanto destaque na mídia, sendo lembrado mais em artigos sobre a sociedade ou fatos curiosos, onde aparecia para mostrar o status ou as proezas de seus donos. É verdade que serviu até de inspiração para batizar a mais importante revista de variedades nacional no início do Século XX, a Fon-Fon, só que a própria publicação dava pouco espaço para os carros em seus primeiros anos. A Revista de Automóveis nasceu para mudar isso. Logo na página 2 do primeiro número deixava bem claro seu objetivo: (na grafia original) ?É a primeira e unica publicação brazileira no genero. Redigida por especialistas neste assumpto, ella será de inestimavel valor informativo para os automobilistas e o melhor meio de propaganda para os fabricantes e agentes. Ler a Revista de Automóveis é conhecer o movimento mensal do automobilismo?. Ela durou apenas alguns anos, mas foi seguida ainda nas décadas de 1910 e 1920 por muitas outras, como Auto-propulsão, Auto-Sport, O Automóvel e O Auto e Automobilismo, que abriram a trilha para este mundo fantástico do jornalismo automotivo. Curioso é que o nome Revista de Automóveis foi usado novamente no Brasil em 1954, e mais uma vez foi marcante, por dar início ao que se pode considerar uma nova era das publicações automotivas no País. Mais isso é outra história…   Feliz centenário para todos!”