Thomson Reuters Foundation lança a plataforma Stop Slavery

A Thomson Reuters Foundation lançou em setembro a plataforma digital Stop Slavery, que já é a maior fonte de notícias e informações online sobre a escravidão moderna e o tráfico de pessoas. O objetivo do programa é ser um eixo que atende ao crescente número de indivíduos, organizações, governos, empresas e financiadores engajados nas causas.

O centro digital disponibiliza as últimas notícias nacionais e internacionais, além de investigações aprofundadas sobre escravidão e tráfico de pessoas. A plataforma dá ainda destaque a eventos relevantes em torno do assunto e documenta as pesquisas mais recentes, relatórios e anúncios de políticas de todo o mundo. Também estão disponíveis relatos de sobreviventes e especialistas no campo para inspirar a mudança.

Apoiada pelo time global do Instituto C&A, a equipe exclusiva para a criação de conteúdos da plataforma foi expandida, com o objetivo de tornar o veículo a maior fonte de notícias sobre escravidão e tráfico de pessoas no mundo. Os repórteres dedicados estarão localizados em oito países – Brasil, Índia, Camboja, Tailândia, Bangladesh, México, Reino Unido e Estados Unidos. Os novos membros têm apoio dos 50 jornalistas da Thomson Reuters Foundation em todo o mundo e de uma rede de mais de 250 freelances.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *